Bogotá, 6 jan (EFE).- O candidato indígena à Câmara de Representantes da Colômbia Daniel Piñacué saiu ileso de um atentado realizado hoje por homens armados em uma zona rural do departamento colombiano de Cauca (sudoeste).

A informação foi confirmada à agência Efe por Ximena López, integrante da campanha do líder indígena, que afirmou que Piñacué conseguiu escapar porque estava em uma caminhonete blindada que lhe foi dada para sua segurança pessoal.

López disse que Piñacué foi atacado por homens desconhecidos, que conseguiram atingir a caminhonete em cinco oportunidades, enquanto dirigia por uma via na localidade de Inzá.

"Ele manifestou sua preocupação e disse que estava bem, que não tinha ferimentos", detalhou López, que assegurou que Pinãcué denunciou o fato perante as autoridades de Inzá.

Há algumas semanas começaram a circular na região panfletos com ameaças a vários líderes indígenas, entre os quais estavam os nomes de Piñacué e de Ximena López.

O material seria de autoria de um grupo de denominado de paramilitares "Águias Negras", colaboradores de grupos guerrilheiros. EFE ocm/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.