Candidato independente Ralph Nader diz que Obama privilegia os ricos

O candidato independente à Casa Branca Ralph Nader criticou neste domingo o candidato democrata Barack Obama, acusando-o de favorecer as empresas e os ricos em detrimento dos americanos comuns.

AFP |

Entrevistado pela rede de televisão ABC, Nader, tradicional arauto da defesa dos consumidores americanos, classificou as posições de Obama como aquelas que as "empresas da América consideram muito agradáveis".

"Se quisermos que 100 milhões de americanos possam respirar em termos de condições de vida e de salários, devemos realizar uma reforma da legislação do trabalho. Deve dar aos trabalhadores de baixa renda a possibilidade de organizar-se para se sair melhor coletivamente", insistiu o candidato.

Nader, de 74 anos, considera que Obama tornou-se um político mais convencional e mais centrista desde que assegurou a nomeação democrata contra Hillary Clinton.

O candidato independente acusa Obama ainda de ter votado no Senado para o financiamento da guerra no Iraque e de "adular" os lobbys pró-Israel, se aliando com a "a parte que considera que a abordagem israelense deve consistir em oprimir, colonizar e ocupar os palestinos".

Na semana passada, Ralph Nader já tinha criticado Obama, acusando-o de não ter interesse nos problemas da comunidade negra, dando prioridade aos eleitores brancos.

Obama havia respondido afirmando que Nader tentava "chamar a atenção" e que tinha se tornado "um candidato eterno".

Ralph Nader, que concorre pela quinta vez, obteve 2,7% dos votos em 2000. Certos democratas acusam ele de ter provocado a derrota do seu candidato, Al Gore, contra George W. Bush.

sg-bur/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG