Candidato da oposição vence eleição presidencial em Zâmbia

Michael Sata obteve 43% dos votos em sua quarta tentativa de alcançar a presidência após eleições marcadas pela violência

iG São Paulo |

O líder da oposição, Michael Sata, 74 anos, foi declarado nesta quinta-feira vencedor das eleições presidenciais em Zâmbia, derrotando o presidente em final de mandato, Rupiah Banda, ao final de um processo marcado pela violência.

AFP
Michael Sata levou as eleições no Zâmbia com 43% dos votos

Segundo a comissão eleitoral nacional, Sata obteve 43% dos votos, contra 36% para Banda, após a apuração em 143 das 150 seções eleitorais. O número de eleitores inscritos nas sete seções restantes é insuficiente para mudar o resultado final, explicou a comissão eleitoral.

A eleição havia sido marcada por tumultos na região mineradora do norte da Zâmbia. Os protestos começaram porque a mídia teria sido proibida de anunciar os resultados não verificados pela comissão eleitoral. Segundo a BBC, a comissão eleitoral disse que tinha adotado a medida, após seu site ter sido hackeado.

De acordo com a AFP, duas pessoas morreram nesta quinta-feira em confrontos ligados à eleição, realizada na terça-feira. Em Lusaka, o comércio permanece fechado e o centro da cidade é patrulhado pela polícia de choque.

O Movimento pela Democracia Multipartidária (MMD, sigla em ingês), de Banda, havia governado a Zâmbia por 20 anos e essa foi a quarta vez que o líder da Frente Patriótica (PF, sigla em inglês) havia tentado a presidência.

Ele perdeu as últimas eleições, realizadas em 2008, por apenas 35 mil votos, o que provocou manifestações violentas por parte de alguns partidários da oposição.

Michael Sata é conhecido como "Rei Cobra", devido à sua "língua venenosa", que tinha como alvo as empresas mineradoras estrangeiras - muitas delas da China - como alvo de suas críticas sobre a condição de trabalho.

O partido de Sata prometeu mais emprego e reformas na educação.

Com AFP

    Leia tudo sobre: zâmbiasatabandaeleição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG