BOGOTÁ (Reuters) - O candidato presidencial colombiano Antanas Mockus, do Partido Verde, confessou nesta terça-feira que deseja a mulher do próximo, uma declaração surpreendente, que ele mesmo admitiu que pode ser usada por adversários.

Grande surpresa desta eleição, o ex-prefeito de Bogotá está em empate técnico com o governista Juan Manuel Santos nas pesquisas para a eleição deste mês, com chances de vencer no segundo turno.

BOGOTÁ (Reuters) - O candidato presidencial colombiano Antanas Mockus, do Partido Verde, confessou nesta terça-feira que deseja a mulher do próximo, uma declaração surpreendente, que ele mesmo admitiu que pode ser usada por adversários.

Grande surpresa desta eleição, o ex-prefeito de Bogotá está em empate técnico com o governista Juan Manuel Santos nas pesquisas para a eleição deste mês, com chances de vencer no segundo turno.

"Alguns vão me compreender e vão me perdoar, outros vão dizer: 'não, esse Antanas!'. Há um mandamento que diz 'não desejarás a mulher do próximo', e confesso que às vezes desejo a mulher dele", disse o candidato à rádio Caracol.

A Colômbia é um país majoritariamente católico e moralmente conservador, e analistas dizem que a declaração pode ter repercussões negativas para o excêntrico político, um matemático de ascendência lituana.

Segundo o instituto Ipsos Napoleón Franco, Mockus caiu na última pesquisa de 38 para 34 por cento, enquanto Santos subiu de 29 para 35.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.