Um político que fazia campanha eleitoral, acompanhado por quase 50 pessoas, foi morto por homens armados em uma emboscada nesta segunda-feira na região norte das Filipinas.

O assassinato acontece pouco mais de um mês depois da chacina de 57 civis no sul do país, em um ato de rivalidade política.

Joen Caniete, líder político e candidato nas próximas eleições municipais na cidade de Dingras, na província de Ilocos Norte, faleceu ao ser atingido por vários tiros disparados por quatro homens armados.

Seis pessoas que integravam o comboio do candidato, incluindo um policial, ficaram feridas.

str/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.