De acordo com fontes ligadas à campanha, Ollanta Humala preferiu adiar ida a Brasília em razão do debate que terá domingo

O candidato presidencial do Peru Ollanta Humala desistiu de viajar a Brasília, onde se reuniria com a presidenta Dilma Rousseff e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na quinta-feira.

De acordo com fontes ligadas à campanha do candidata de esquerda, Humala preferiu adiar a viagem e se preparar para um importante debate que terá no domingo, dia 29 de abril.

Mais cedo, o congressista peruano Javier Diez Canseco , que é aliado de Humala, havia dito que o candidato viajaria ao Brasil ainda nesta quarta-feira. 

Humala, candidato nacionalista do Partido Nacionalista Peruano, disputará em 5 de junho o segundo turno das eleições presidenciais peruanas com a direitista Keiko Fujimori, do Fuerza 2011.

Disputa

O candidato, de 49 anos, tem desvantagem de 2 a 7 pontos para sua adversária direitista, Keiko Fujimori, de acordo com as últimas pesquisas de opinião.

Um dos problemas de Humala na campanha é que seu nome é vinculado ao do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que gera repúdio no Peru. Humala, no entanto, tem apontado que seu projeto político está mais próximo do de Lula.

Em abril passado, antes do primeiro turno eleitoral vencido por Humala, os meios de comunicação peruanos destacaram que o candidato era assessorado por Luis Favre e Valdemar Garreta, integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT), legenda à qual pertence a presidente Dilma e Lula.

*Com AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.