A menos de dois meses das eleições gerais alemãs, uma candidata do partido conservador, da chanceler Angela Merkel, está chamando atenção com um cartaz onde aparece com um decote arrojado. Uma foto de Vera Lengsfeld, 57, foi colocada ao lado de uma em que Merkel também aparece com parte dos seios à vista. Abaixo dos retratos, vêm os dizeres: Nós temos mais a oferecer.

A campanha está sendo alvo de críticas e provocou mal-estar até entre os correligionários da candidata.


Cartaz foi criticado na Alemanha / Reprodução

A foto de Merkel causou surpresa quando saiu a público no ano passado, na cerimônia de inauguração da Ópera de Oslo. Na ocasião, desatou comentários de surpresa na imprensa européia, acostumada à imagem comportada e ao estilo discreto da dirigente.

Com a campanha, Lengsfeld tenta angariar votos nas eleições de 27 de setembro no distrito berlinense de Friedrichshain-Kreuzberg, região de eleitorado fortemente alternativo, onde o Partido Verde consegue um dos maiores níveis de votação no país.

"Eu tinha que pensar em algo diferente para pelo menos ser percebida em Friedrichshain-Kreuzberg", justificou a candidata.

A idéia surtiu efeito e pelo menos já está chamando a atenção. O pôster foi reproduzido na capa de diversos jornais alemães e a política, antes totalmente desconhecida, virou celebridade nacional. A peça está sendo vendida até mesmo na site de leilões eBay.

"Se eu soubesse que a ideia faria tanto sucesso, eu a teria adotado antes", comemorou a candidata.

O diretório nacional de seu partido e mesmo a chefe de governo alemã, entretanto, reagiram de forma reticente, evitando comentar o cartaz. A agremiação apenas confirmou que Merkel não foi consultada.

"A chanceler jamais me teria permitido fazer isso", admite Lengsfeld. "Mas estou certa de que ela está rindo disso tudo."

Leia mais sobre Alemanha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.