Canberra quer matar cangurus para proteger ecossistema

Sydney (Austrália), 17 mar (EFE).- As autoridades de Canberra, capital da Austrália, anunciaram hoje que estudam fazer massacres regulares e controlados de cangurus para controlar a população desse animal e proteger, assim, o ecossistema local.

EFE |

O plano, que ainda tem que ser discutido e aprovado, recomenda que não haja mais de um canguru por cada 1,5 hectare e adverte que a população de cangurus-cinza, o mais comum, é a maior já registrada na cidade nos últimos 100 anos.

Jon Stanhope, chefe da administração da capital, assegurou que é necessário reduzir o número de animais para proteger alguns dos ecossistemas mais sensíveis a eles.

As organizações de defesa dos animais já se manifestaram contra a iniciativa.

Entre as mais de 60 espécies de cangurus, as mais numerosas na Austrália são a cinza e a vermelha, que superam os 50 milhões de exemplares.

Esses marsupiais destroem o habitat de outras espécies em perigo de extinção, como lagartos e insetos, o que levou as autoridades a querer controlar suas populações, especialmente em Canberra e no estado de Victoria. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG