Canadense sequestrada no Sudão acredita que será solta em breve

Cartum, 14 abr (EFE).- A voluntária canadense Stéphanie Jodoin, que está sequestrada na região sudanesa de Darfur, junto com uma colega francesa, afirmou por telefone à Agência Efe que vem sendo bem tratada e acredita que será libertada em breve.

EFE |

"Esperamos ser libertadas o mais em breve possível para voltar às nossas famílias", afirmou Stéphanie, sequestrada há dez dias, junto com a francesa Claire Dubois, ambas da organização Aide Médicale Internationale (Ajuda Médica Internacional).

"Minha companheira e eu estamos bem de saúde. Recebemos bom tratamento e temos comida e água suficientes", acrescentou a voluntária, em ligação permitida pelos sequestradores.

Os membros da quadrilha dizem pertencer a um grupo identificado como "Falcões Livres da África".

Eles capturaram as duas voluntárias em seu escritório na cidade de Nyala, no sul de Darfur, a cerca de 100 quilômetros da fronteira com o Chade.

Em troca de libertá-las, a quadrilha pede que sejam julgados no Sudão os diretores da ONG francesa Arca de Zoé, envolvida em uma tentativa frustrado de levar do Chade para a França 103 crianças procedentes de Darfur, em 2007.

Os responsáveis por essa operação, seis franceses, foram julgados e condenados no Chade a trabalhos forçados, mas depois se permitiu sua transferência para a França, onde cumprem pena de acordo com a legislação francesa.

Um dos sequestradores, no mesmo contato telefônico, disse que as autoridades do Sudão ameaçaram bombardear a área onde se suspeita que estão a quadrilha e as reféns, se elas não forem libertadas nas próximas 72 horas.

"As duas meninas serão as primeiras vítimas de qualquer medida de força", disse o sequestrador, sem se identificar.

Este é o segundo sequestro de voluntários em pouco mais de um mês.

No dia 11 de março, quatro integrantes da organização Médicos Sem Fronteiras foram capturados em Darfur, mas foram libertados quatro dias depois. EFE az/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG