Canadense sequestrada no Paquistão aparece em vídeo

Uma jornalista canadense sequestrada no início de novembro passado nas zonas tribais do noroeste do Paquistão, onde realizava um documentário, revela que está em poder dos talibãs, em um vídeo difundido nesta segunda-feira pelo canal CBC.

AFP |

"Estou no cativeiro há cerca de três meses (...) Não estou realmente certa do local, mas me encontro em algum lugar ao longo da fronteira do Afeganistão. Há ataques aéreos. (...) É uma zona de guerra", diz Beverly Giesbrecht, de 52 anos, cercada por homens armados e visivelmente esgotada.

Giesbrecht chegou ao Paquistão em agosto passado, com o objetivo de rodar um documentário para mostrar "o lado humano dos talibãs", informou a CBC, que só exibiu fragmentos da gravação.

A jornalista foi sequestrada no início de novembro por homens armados, quando viajava de taxi pelo distrito paquistanês de Bannu.

O ministério canadense das Relações Exteriores disse à AFP, por intermédio da porta-voz Lisa Monette, que está adotando "todas as medidas adequadas neste momento para obter a libertação de Giesbrecht".

Originária de Vancouver, a jornalista se converteu ao Islã em 2002.

sab/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG