Canadense é libertada após 2 semanas na Nigéria

Lagos, 30 abr (EFE).- Uma canadense sequestrada no norte da Nigéria foi libertada após duas semanas de cativeiro, informou hoje à Agência Efe um porta-voz da Polícia nigeriana.

EFE |

Segundo a Polícia da cidade de Kaduna, Julie Ann Mulligan foi libertada ontem, após ter sido sequestrada nesse povoado no dia 16 de abril, depois de assistir a uma reunião do Rotary International.

Mulligan estava em um carro com o nigeriano Moses Kadiri, em Kaduna, quando outro veículo fechou sua passagem e vários homens armados levaram a mulher.

Os seqüestradores levaram ainda o telefone celular e outros objetos de valor de Kadiri, além das chaves do carro, para evitar que ele pudesse comunicar do fato com rapidez à Polícia.

Os seqüestradores pediram inicialmente US$ 590 mil pela libertação da canadense, mas esse valor foi reduzido para US$ 147 mil, disse o comissário da Polícia de Kaduna, Tambuwaal Yabo Mohammed.

Ainda não foi informado se o resgate por Mulligan chegou a ser pago.

Na Nigéria, centenas de pessoas foram sequestradas nos últimos anos na região petrolífera do Delta do Níger por grupos armados para pedir resgates, mas este tipo de crime não é comum no resto do país.

EFE da/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG