Canadá suspeita que doente com gripe suína transmitiu o vírus para porcos

TORONTO - As autoridades canadenses disseram hoje que uma manada de porcos está infectada com o vírus da gripe suína, o A (H1N1), e que temem que a doença tenha sido transmitida aos animais por um cidadão canadense que retornou recentemente do México.

EFE |

"É muito provável que os porcos tenham sido expostos ao vírus por um canadense que recentemente voltou do México e que esteve mostrando sintomas da gripe", afirmou em comunicado a Agência de Inspeção Alimentar do Canadá (CFIA, na sigla em inglês).

O doutor Brian Evans, representante da CFIA, disse durante uma entrevista coletiva que o cidadão canadense retornou do México no dia 12 de abril e que começou a trabalhar na exploração suína dois dias depois.

Cerca de 10% dos 2,2 mil porcos da manada mostram sintomas de infecção da gripe suína.

A CFIA disse que os porcos, criados na província de Alberta, foram postos em quarentena e que a possibilidade de que os animais transmitam o vírus às pessoas "é remota".

Evans também destacou que não há perigo que o consumo de produtos suínos possa infectar as pessoas.

As autoridades sanitárias canadenses elevaram hoje para 85 o número de pessoas que contraíram o vírus A (H1N1) em todo o país, após a descoberta nas últimas 24 horas de 34 novos casos.

    Leia tudo sobre: gripe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG