TORONTO - As autoridades canadenses disseram hoje que uma manada de porcos está infectada com o vírus da gripe suína, o A (H1N1), e que temem que a doença tenha sido transmitida aos animais por um cidadão canadense que retornou recentemente do México.

"É muito provável que os porcos tenham sido expostos ao vírus por um canadense que recentemente voltou do México e que esteve mostrando sintomas da gripe", afirmou em comunicado a Agência de Inspeção Alimentar do Canadá (CFIA, na sigla em inglês).

O doutor Brian Evans, representante da CFIA, disse durante uma entrevista coletiva que o cidadão canadense retornou do México no dia 12 de abril e que começou a trabalhar na exploração suína dois dias depois.

Cerca de 10% dos 2,2 mil porcos da manada mostram sintomas de infecção da gripe suína.

A CFIA disse que os porcos, criados na província de Alberta, foram postos em quarentena e que a possibilidade de que os animais transmitam o vírus às pessoas "é remota".

Evans também destacou que não há perigo que o consumo de produtos suínos possa infectar as pessoas.

As autoridades sanitárias canadenses elevaram hoje para 85 o número de pessoas que contraíram o vírus A (H1N1) em todo o país, após a descoberta nas últimas 24 horas de 34 novos casos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.