Canadá interceptou bombardeiro russo pouco antes de visita de Obama

Toronto (Canadá), 27 fev (EFE).- A Força Aérea canadense interceptou um bombardeiro russo perto de seu espaço aéreo pouco antes de que o presidente americano, Barack Obama, visitar Ottawa, em 19 de fevereiro, o que o Governo canadense insinuou que foi uma estranha coincidência.

EFE |

O ministro da Defesa canadense, Peter MacKay, revelou hoje o incidente e disse que "é difícil dizer se foi uma coincidência ou um esforço dos russos para talvez causar uma distração".

O incidente aconteceu em 16 de fevereiro na região ártica, quando a Força Aérea canadense interceptou o bombardeiro com o envio de caças a partir da base de Cold Lake.

"Foi uma forte coincidência", acrescentou MacKay, que insinuou que o estamento militar russo pode ter tentado aproveitar o esforço de segurança realizado pelo Canadá em torno de Ottawa para testar as defesas americanas.

Obama viajou a Ottawa em 19 de fevereiro para realizar sua primeira visita ao exterior desde que assumiu o poder.

A visita durou apenas sete horas e Obama retornou a Washington no mesmo dia.

O bombardeiro russo não entrou em nenhum momento no espaço aéreo americano, e seu voo foi detectado pelos radares do Comando da Defesa Aérea da América do Norte (Norad, em inglês). EFE jcr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG