Canadá informa sobre 1º caso grave da gripe no país

Toronto (Canadá), 4 mai (EFE).- Uma menina se tornou hoje o primeiro caso grave da gripe suína no Canadá, informaram hoje as autoridades, no momento em que o número de pessoas infectadas com o vírus AH1N1 no país chega a 115.

EFE |

As autoridades de saúde da província de Alberta, onde a menina se encontra hospitalizada, se negaram a afirmar a idade da paciente ou outros detalhes, mas disseram que seguem investigando as circunstâncias.

A situação da menina foi descrita como estável e progredindo de forma positiva.

Aparentemente, nem a menina - que foi hospitalizada em 30 de abril - nem parentes próximos viajaram recentemente ao México.

O caso da menina é um dos seis novos detectados na província de Alberta nas últimas horas.

Na semana passada, a Agência de Inspeção Alimentar do Canadá (CFIA, na sigla em inglês) disse que um canadense tinha contagiado com o vírus um grupo de porcos em Alberta.

A CFIA, que pôs em quarentena os 2.200 porcos, negou que haja possibilidade de contração da gripe através do consumo de produtos suínos.

Porém, as autoridades chinesas decidiram hoje proibir a importação de porcos de Alberta.

A imprensa canadense também disse hoje que dois grupos de canadenses foram isolados pelas autoridades chinesas. Em um dos casos, pelo menos um dos clientes do hotel onde se encontra um desses grupos estava infectado com o vírus.

No México, a gripe deixou até agora 26 mortos e 701 doentes, enquanto os EUA confirmaram uma morte e 286 infectados. EFE jcr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG