Canadá critica expansão de assentamentos judaicos na Cisjordânia

Toronto (Canadá), 25 mai (EFE).- O ministro das Relações Exteriores canadense, Lawrence Cannon, criticou hoje Israel, ao afirmar que a expansão de assentamentos judaicos na Cisjordânia prejudica a paz na região.

EFE |

Cannon, que hoje se reuniu em Ottawa com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disse durante uma entrevista coletiva que, "com relação ao desdobramento (de assentamentos) em outras regiões, sempre pensamos que era um gesto que não levava ao avanço da paz".

No passado, o Governo do primeiro-ministro conservador, Stephen Harper, foi criticado pelos partidos da oposição pelo cego apoio a Israel, por entender que isso coloca em risco a neutralidade do Canadá no conflito.

As declarações do chanceler canadense foram feitas dias depois que o presidente americano, Barack Obama, ressaltou a necessidade de que Israel cumpra seus compromissos internacionais e interrompa qualquer tipo de expansão dos assentamentos.

Na entrevista coletiva, Abbas falou também sobre a expansão dos assentamentos nos territórios ocupados e das declarações do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, durante o fim de semana, nas quais afirmou que Israel continuará expandindo os assentamentos já existentes.

"Conhecemos a posição de Netanyahu, e não vou discutir através da imprensa. É um dos principais assuntos com os quais viajo para Washington", disse Abbas.

O presidente da ANP deve se reunir com Obama na quinta-feira em Washington. EFE jcr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG