Canadá confirma segunda morte provocada por listeriose

Toronto (Canadá), 22 ago (EFE) - As autoridades canadenses confirmaram hoje que uma segunda pessoa morreu no país em decorrência de uma infecção de listeriose, que afetou um carregamento de carne bovina, distribuído em restaurantes, casas para idosos e hospitais.

EFE |

Hoje, o serviço de saúde da região de Waterloo, na província de Ontário, disse que a morte de uma idosa foi causada, de forma direta, por listeriose.

A doença se apresenta com febre alta, dores de cabeça, rigidez no pescoço e náuseas, mas, apesar de raramente afetar humanos, as pessoas com o sistema imunológico fragilizado - como idosos e recém-nascidos - são os grupos de maior risco.

Na quarta-feira passada, as autoridades sanitárias de Ontário revelaram que outra idosa morreu em conseqüência da infecção e que várias pessoas foram infectadas por consumir produtos de carnes que continham a bactéria listeria.

Por enquanto foram confirmados 17 casos de listeriose em todo o país, mas as autoridades reconheceram que o número poderia aumentar nos próximos dias, à medida em que os hospitais prestam mais atenção ao surto infeccioso.

A infecção parece ter se originado em uma fábrica de processamento de carne da empresa Maple Leaf Foods, em Toronto, uma das maiores do setor alimentício do país, que retirou toneladas de carne que poderiam estar infectadas com a bactéria. EFE jcr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG