Canadá anuncia envio de 1.000 soldados ao Haiti

Toronto (Canadá), 17 jan (EFE).- O Governo canadense anunciou hoje o envio ao Haiti de um batalhão e de uma unidade de serviços médicos, ambos com 1.

EFE |

000 soldados, os quais se unirão às forças internacionais de estabilização já presentes no país caribenho.

As autoridades de Ottawa também disseram que o número de canadenses mortos no terremoto de 12 de janeiro está em oito, ao passo que o desaparecidos chega a 1.115. Outros 593 nativos do Canadá foram retirados do Haiti.

O ministro da Defesa canadense, Peter MacKay, disse durante uma entrevista coletiva que "o Governo do Canadá sente que tem a obrigação moral de fazer todo o possível para contribuir com os esforços internacionais de ajuda e estabilização no Haiti".

O contingente de 1.000 soldados vai se unir a cerca de 200 militares canadense que já estão no Haiti e a outros 200 da força humanitária de desdobramento rápido (conhecida como Dart), que chegarão em breve.

Além disso, na segunda-feira, está prevista a chegada a Porto Príncipe da fragata "Halifax" e do destróier "Athabaskan", com 500 marinheiros e carregados com ajuda humanitária.

Ao todo, Ottawa fará chegar ao Haiti nos próximos dias cerca de 2.000 soldados, sete helicópteros e dois navios de guerra. EFE jcr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG