Camponeses bolivianos decidem expulsar agência americana de Chuquisaca

La Paz, 20 set (EFE) - Camponeses do departamento boliviano de Chuquisaca, aliado do Governo do presidente Evo Morales, decidiram expulsar de seu território a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid), informou hoje a imprensa local.

EFE |

A medida, que será aplicada nos próximos dias, foi adotada pela Federação Única de Trabalhadores dos Povos Originários de Chuquisaca (Futpoch) justamente quando se completam três meses da expulsão da Usaid da província de Chapare, em Cochabamba.

Além disso, há poucos dias Morales declarou "persona non grata" o embaixador americano na Bolívia, Philip Goldberg, que foi obrigado a sair do país.

Segundo a imprensa local, a expulsão da Usaid foi justificada pela secretária-geral da Futpoch, Nélida Sifuentes, por haver suspeita de que os funcionários americanos estejam "confundindo os camponeses com oficinas de capacitação".

No final de junho, os funcionários da Usaid abandonaram Chapare após serem ameaçados pelos produtores de folha de coca da região, cujo líder ainda é Morales.

Os camponeses acusaram os voluntários americanos de conspirar contra o presidente, que os felicitou por terem adotado uma medida com a qual conseguiram que seu território ficasse "livre do imperialismo". EFE az/fh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG