Campanha de Ahmadinejad reivindica vitória

Teerã, 13 jun (EFE).- A campanha do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, rompeu seu silêncio e proclamou a vitória do líder nas eleições presidenciais realizas nesta sexta-feira.

EFE |

O chefe de campanha, Mojtaba Samareh Hechami, assegurou à agência de notícias "Fars" que os números revelados até o momento pelo Ministério do Interior "não deixam nenhuma dúvida" sobre o resultado do pleito.

Com 78% das urnas apuradas, Ahmadinejad tem uma vantagem de 64% dos votos, contra 31% de seu principal rival, o reformista Mir Hussein Moussavi, que no começo da noite (local) também reivindicou a vitória, com 65% dos votos.

Os partidários de Moussavi asseguram que ocorreu uma grande fraude que "roubou" a vitória de seu candidato.

Samareh Hashemi qualificou de propaganda e de ato de irresponsabilidade a decisão de Moussavi de reivindicar a vitória, e afirmou que a derrota de hoje é o capítulo final de três meses de irrealidade.

"Ahmadinejad é o presidente de todos os iranianos. Os outros candidatos devem respeitar o desejo do povo, respeitar as regras democráticas e ajudar a criar uma atmosfera saudável que elimine as tensões", afirmou.

"A diferença de milhões de votos demonstra quem foi que mentiu", afirmou.

Os resultados finais, que serão divulgados na manhã de hoje (local), devem ser depois validados e ratificados pelo poderoso Conselho de Guardiães. EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG