Caminhão bomba explode no Iraque e mata mais de 40

Um caminhão bomba detonado por um suicida deixou neste sábado pelo menos 46 mortos em uma mesquita xiita nas proximidades de Kirkuk, no norte do Iraque. A explosão ocorreu horas depois que o primeiro-ministro, Nuri al-Maliki, pediu aos iraquianos para não perderem a fé se a retirada de tropas dos Estados Unidos do país criar oportunidades de ataques de insurgentes.

Reuters |

Horas após o discurso do premiê, um suicida explodiu um caminhão carregado com explosivos quando fiéis deixavam uma mesquita xiita nas proximidades de Kirkuk, no norte do Iraque. A cidade é disputada por árabes, turcomenos e curdos e está sobre grandes reservas de petróleo.

AP
Iraquianos procuram sobreviventes ao atentado

Entre os mortos estão mulheres e crianças. O ataque deixou cerca de 150 civis feridos uma vez que uma série de casas ao redor da explosão desabou com a detonação. Muitas pessoas podem estar presas sob os escombros e o número de mortos deve subir, afirmaram autoridades.

Apesar dos níveis de violência terem caído no Iraque desde o ano passado, insurgentes de grupos islâmicos sunitas como a al Qaeda ainda lançam ataques mortais contra forças norte-americanas, polícia e civis, buscando reativar confrontos sectários sangrentos e minar o governo de maioria xiita de Maliki.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: atentadobombamortemortos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG