Cameron visita locais onde ocorreu tiroteio

Primeiro-ministro do Reino Unido esteve onde taxista matou 12 pessoas

EFE |

Londres - O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, visita nesta sexta-feira os locais do noroeste da Inglaterra onde um taxista matou 12 pessoas e feriu várias outras antes de se suicidar em uma floresta, na última quarta.

Cameron, que estará acompanhado da ministra do Interior, Theresa May, se reunirá com membros da Polícia de Cumbria, que trata de estabelecer os motivos que levaram Derrick Bird, de 52 anos, a cometer o massacre. A Polícia do condado trabalha agora na reconstituição do incidente para averiguar o que pode ter levado o taxista a cometer múltiplos assassinatos que poderiam ter sido tanto premeditados - como no caso de seu próprio irmão gêmeo - quanto indiscriminados, contra vítimas que cruzaram seu caminho.

Uma centena de detetives já trabalham no caso; vários legistas analisam até 30 cenários do delito ao longo dos 40 quilômetros do litoral de Cumbria, em vias percorridas pelo o homicida, e soldados da Real Força Aérea (RAF) colaboram nos trabalhos de rastreamento. A ministra do Interior afirmou na quinta-feira que o Governo tem "diversas opções" em relação com a atual legislação sobre posse de armas, mas o próprio Cameron advertiu contra uma resposta legislativa precipitada sob o impacto dessa tragédia.

    Leia tudo sobre: iGinglaterra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG