irresponsabilidade - Mundo - iG" /

Cameron rompe trégua e acusa Brown de irresponsabilidade

Londres, 17 out (EFE).- O líder do opositor Partido Conservador britânico, David Cameron, quebrou a trégua que mantinha com o Governo pela crise financeira e criticou ao primeiro-ministro, Gordon Brown, por seus dez anos de irresponsabilidade.

EFE |

Em discurso na sede da agência "Bloomberg" na City de Londres (centro financeiro), Cameron disse que Brown (ex-ministro da Economia) "não pode esconder" sua responsabilidade pelos problemas econômicos pelos quais atravessa o Reino Unido.

O líder "tory" apoiou as medidas de resgate tomadas pelo Governo trabalhista para minimizar a crise financeira, mas seu discurso de hoje é visto como uma clara tentativa de não permitir que Brown tire proveito político da situação.

Nas últimas semanas, o chefe do Governo conseguiu subir nas pesquisas sobre intenções de voto pela maneira como reagiu à crise creditícia global, após registrar uma forte queda no respaldo popular.

Cameron disse que, apesar de ter apoiado as ajudas do Governo aos bancos britânicos, não respaldou as políticas econômicas de Brown nos últimos anos, qualificadas pelo líder conservador como um "fracasso total e completo".

"Enquanto observamos os restos de nossa economia após dez anos de um Governo irresponsável, está claro que se quisermos tirar proveito de nossos recursos precisaremos mudar", disse o líder "tory".

"Gordon Brown confia em que este redemoinho de cúpulas o ajudará a esquecer o que aconteceu antes (...) mas eu não me esquecerei e os britânicos também", assinalou Cameron, que assegurou que Brown "foi o responsável por criar toda esta desordem". EFE vg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG