Câmera georgiano morre e jornalistas estrangeiros ficam feridos em Gori

Tbilisi, 12 ago (EFE).- Um câmera de televisão georgiano morreu hoje e três jornalistas estrangeiros ficaram feridos em conseqüência de um bombardeio russo em Gori, cidade georgiana situada a 25 quilômetros ao sul da Ossétia do Sul, informou o embaixador da Geórgia na Grécia, Irakli Tavartkiladze.

EFE |

O diplomata afirmou que os jornalistas estrangeiros feridos são um grego e dois holandeses, embora não tenha revelado suas identidades nem os veículos para os quais trabalham.

Tavartkiladze, que acompanhava os jornalistas, indicou que o veículo em que se deslocavam por Gori foi "atacado de cima", por volta das 10h30 no horário local (4h30 de Brasília).

A Geórgia recuou ontem todas as tropas que tinha posicionado em Gori, a 70 quilômetros ao leste de Tbilisi, perante o avanço das tropas russas, que não entraram na cidade.

O ministro da Defesa georgiano, Davit Kezerashvili, disse ontem à noite que as tropas do país se concentram nos arredores da capital.

EFE mv/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG