Câmara de Illinois fará julgamento político de governador

CHICAGO - A Câmara dos Representantes de Illinois decidiu iniciar um julgamento político contra o governador Rod Blagojevich, acusado de corrupção, anunciou nesta segunda-feira o presidente da Câmara, Michael Madigan.

Redação com agências internacionais |

Madigan, que é também chefe do Partido Democrata no Estado, disse em coletiva de imprensa que nomeará "imediatamente" uma comissão especial encarregada do trabalho preparatório para iniciar o procedimento no Senado.

O governador foi detido na semana passada acusado de ter tentado vender a cadeira no Senado que o presidente eleito, Barack Obama, deixou vaga.

Para aprovação do julgamento político na Câmara dos Representantes estatal, é necessária a maioria simples dos 118 membros.

No Senado, o julgamento seria presidido pelo presidente da Suprema Corte do estado e a destituição do governador poderia ser aprovada com o voto de dois terços dos 59 legisladores.

Madigan disse que a comissão terá 21 membros, dos quais 12 serão democratas, e será encarregada de elaborar um relatório sobre as razões que levariam a legislatura estatal a destituir ao governador.

O presidente da Câmara assinalou que trabalhará "sem demoras", já que Blagojevich "abusou de seus poderes". Madigan frisou que o governador "deixou passar a oportunidade de abandonar voluntariamente o cargo", apesar dos chamados que recebeu para que renunciasse.

Obama

Nesta segunda-feira, a equipe de Barack Obama reafirmou que uma ninguém ligado ao presidente eleito estava envolvido em "discussões inapropriadas" com o governador de Illinois.

Dan Pfeiffer, porta-voz de Obama, disse que até 22 de dezembro não serão divulgados detalhes da análise interna realizada no gabinete. Segundo Pfeiffer, o objetivo é não atrapalhar as investigações.

    Leia tudo sobre: blagojevich

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG