Califórnia confirma a proibição do casamento gay

LOS ANGELES - A Suprema Corte do Estado da Califórnia confirmou nesta terça-feira a validade de um plebiscito que torna ilegal o matrimônio entre homossexuais. No entanto, a Corte manteve a aceitação jurídica das 18 mil bodas de casais do mesmo sexo realizadas antes da votação popular.

Redação com agências internacionais |


Ativistas da comunidade homossexual tentaram anular o resultado do referendo, conhecido como Proposition 8 e realizado em novembro, alegando que a votação foi incentivada por grupos conservadores e religiosos.

Na ocasião, o casamento na Califórnia foi redefinido como união exclusiva entre homem e mulher, termo aprovado por mais de 50% dos eleitores.

A decisão da Suprema Corte da Califórnia é divulgada no momento em que vários outros Estados norte-americanos incorporam leis que permitem o casamento entre casais do mesmo sexo.

Maine, Connecticut, Massachusetts, Vermont e Iowa já legalizaram o matrimônio homossexual, enquanto New Hampshire e Nova York analisam medidas similares.

(Com informações da AFP e da EFE)

Leia mais sobre casamento homossexual

    Leia tudo sobre: casamento gay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG