Calderón inicia visita ao Brasil com encontro com empresários

São Paulo, 15 ago (EFE).- O presidente do México, Felipe Calderón, chegou hoje ao Brasil para uma visita oficial de três dias, iniciada em São Paulo, onde analisará oportunidades de negócios em um encontro com empresários dos dois países.

EFE |

Calderón, que na próxima segunda-feira se reunirá em Brasília com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, iniciou uma visita de tom visivelmente econômico e com a qual pretende reforçar as relações entre as duas maiores economias da América Latina e garantir o apoio brasileiro a projetos energéticos no México.

O Brasil é a terceira e última escala da viagem do governante pela América do Sul, após suas visitas oficiais à Colômbia e ao Uruguai.

O primeiro compromisso do presidente mexicano em São Paulo é participar do encerramento de um encontro no qual empresários dos dois países analisarão possibilidades de negócios, comércio e investimentos.

A reunião contou com a presença de representantes da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Conselho Empresarial da América Latina (CEAL), da ProMéxico e da Associação Empresarial Mexicana no Brasil (Asemexbra).

O encontro tem o objetivo de melhorar as trocas comerciais entre os dois países, que vem aumentando nos últimos anos principalmente a favor do México, embora ainda com um elevado superávit para o Brasil.

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as exportações brasileiras para o México se mantiveram praticamente estáveis nos últimos quatro anos, passando de US$ 4,073 bilhões em 2005, para US$ 4,281 bilhões, em 2008.

No mesmo período, no entanto, as exportações mexicanas para o Brasil saltaram de US$ 843 milhões para US$ 3,125 bilhões.

Após a reunião com os empresários, Calderón terá um encontro com o governador do estado de São Paulo, José Serra, e com representantes da União de Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), produtora de açúcar e etanol.

O México está interessado na assistência brasileira para um projeto destinado a desenvolver a indústria de biocombustíveis.

O segundo dia da visita será no Rio de Janeiro, onde Calderón conhecerá as pesquisas que a Petrobras realiza para melhorar a exploração em águas profundas, de grande interesse para a Pemex, além de estudos para a produção de etanol e biodiesel.

Calderón, após participar de um jantar privado oferecido por Lula na noite de domingo, terá uma reunião oficial na segunda-feira com o presidente, que depois será ampliada a ministros dos dois países.

O líder do México também se encontrará na segunda-feira com os presidentes do Senado, José Sarney, e da Câmara, Michel Temer, antes de retornar a seu país. EFE cm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG