Calderón indica novo ministro do Interior do México

Por Miguel Angel Gutiérrez CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente do México, Felipe Calderón, nomeou nesta segunda-feira o advogado Fernando Francisco Gómez Mont para o cargo de ministro do Interior.

Reuters |

O ex-ministro do Interior Juan Camilo Mouriño morreu na semana passada, na queda de um avião oficial no qual viajava com outras oito pessoas na capital mexicana.

O novo secretário, um advogado independente que atuou em casos envolvendo ex-banqueiros e em um pleito entre emissoras de televisão, foi também um legislador que presidiu a Comissão de Justiça da Câmara dos Deputados e participou em negociações de reformas eleitorais e judiciárias.

"Hoje instruo Gómez Mont a seguir promovendo o diálogo com os Poderes da União, especialmente com o legislativo, afim de avançar nos acordos que sejam traduzidos nas reformas que o nosso país precisa", disse Calderón em uma breve cerimônia de nomeação do novo ministro.

Gómez Mont, filho de um dos fundadores e ideólogos do Partido de Ação Nacional (PAN), de Calderón, não é considerado um dos políticos mais próximos do presidente, como foi Mouriño, seu braço direito e um de seus melhores amigos.

O direitista Calderón, que assumiu a Presidência em dezembro de 2006, conseguiu no Congresso -- onde a oposição tem mais cadeiras que seu partido-- fossem aprovadas reformas importantes, como uma recente para fortalecer a indústria petroleira.

(Reportagem adicional de Mica Rosenberg e Catherine Bremer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG