Calderón é recebido com protestos na violenta Ciudad Juárez

CIUDAD JUÁREZ, México (Reuters) - O presidente do México, Felipe Calderón, foi recebido com protestos nesta terça-feira na cidade mais afetada pela violência entre traficantes no país, três dias depois do assassinato de dois norte-americanos e um mexicano vinculados ao consulado local dos Estados Unidos. Centenas de manifestantes portavam cartazes com frases como assassinos do governo, enquanto o governante chegava à cidade na companhia do embaixador dos Estados Unidos no México, Carlos Pascual.

Reuters |

Calderón deveria se reunir com funcionários públicos para tentar convencer os mexicanos e norte-americanos de que sua estratégia de combate ao tráfico, liderada pelo Exército, é a melhor contra a atual onda de violência.

"Calderón não sabe do que está falando, ele vive em outro planeta", disse a manifestante Susana Molina, dirigindo-se ao hotel onde o presidente deveria discursar.

"Dissemos 'não mais soldados', e ele mandou mais."

Os cartéis de Juárez e Sinaloa travam nos últimos meses uma disputa pela lucrativa rota do tráfico de drogas nesta cidade industrial, vizinha à texana El Paso.

(Reportagem de Julián Cardona)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG