Calderón considera que México pode superar epidemia que já matou 22

O presidente Felipe Calderón afirmou na noite de domingo que o México está em condições de superar razoavelmente a epidemia de gripe suína (A H1N1), que deixou 22 mortos e 568 infectados no país, e afirmou que grande parte das atividades suspensas poderão ser retomadas na próxima quarta-feira.

AFP |

"Estamos em condição de superar razoavelmente esta emergência tão delicada para os mexicanos. Conseguimos deter ou pelo menos reduzir a velocidade de propagação do vírus para deter a epidemia", afirmou Calderón, em sintonia com declarações similares do ministro da Saúde, José Angel Córdova.

O presidente acredita que várias atividades econômicas suspensas poderão ser retomadas na quarta-feira, mas pediu a manutenção das medidas de prevenção para evitar o contágio.

Córdova declarou no domingo que a epidemia está em fase de declínio, mas que o país não deve baixar a guarda.

bur-ol/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG