Autoridades encontraram as duas caixas-pretas do avião polonês que se acidentou neste sábado na Rússia, segundo anúncio do ministro russo de Situações de Emergência, Sergueï Choïguou. O acidente http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/04/10/presidente+polones+e+outras+95+pessoas+morrem+em+acidente+aereo+na+russia+9454345.html target=_topdeixou 96 mortos, entre eles o presidente da Polônia, Lech Kaczynski.

AP
Destroços do avião que caiu na Rússia

Destroços do avião que caiu na Rússia

"Desta forma, todos os registros e os parâmetros do vôo já estão em mãos da perícia, que vai esclarecer as causas da tragédia", declarou Choïguou.

O acidente aconteceu quando a aeronave tentava pousar em meio à névoa densa, pouco antes das 11h de Moscou (4h em Brasília), perto de uma pista de pouso situada na periferia da cidade de Pechersk, a alguns quilômetros de Smolensk. "O avião teria se chocado com árvores, incendiando em seguida", declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores polonês, Piotr Paszkowski, ao canal TVN24.

Entre 96 vítimas do acidente, está o presidente polonês Lech Kaczynski, a esposa dele e integrantes das Forças Armadas. O presidente do Banco Central polonês também estava a bordo do avião. Não houve sobreviventes.

O presidente russo Dimitri Medvedev e o primeiro-ministro Vladimir Putin apresentaram condolências ao povo polonês e prometeram investigação minuciosa do acidente. "Como todos os cidadãos russos, soube desta tragédia com dor e compaixão profundos e sinceros", declarou Medvedev.

Todos se dirigiam a Katyn, perto de Smolensk, para assistir a um ato em homenagem a oficiais poloneses executados há 70 anos pela polícia de Stalin.

Veja o mapa do local do acidente aéreo:

iG

*Com informações das agências Reuters e AFP

Leia mais sobre: acidentes aéreos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.