PARIS (Reuters) - Investigadores ainda não localizaram a caixa-preta do Airbus A310-300 que caiu no oceano Índico na terça-feira, informou o Ministério da Defesa da França nesta quarta-feira. O ministro francês Alain Joyandet, que está em Comores, disse mais cedo nesta quarta-feira que um avião de busca tinha localizado a caixa-preta. O presidente da companhia aérea Yemenia também afirmou que o equipamento fora detectado.

Mas o Ministério da Defesa disse que houve uma confusão sobre os sinais recebidos pelo avião francês de resgate.

"O Transall recebeu sinais do sinalizador de perigo do Airbus, e não da caixa-preta", disse um porta-voz do ministério.

A França enviou investigadores e aviões militares para ajudar nas buscas por sobreviventes do avião acidentado, que tinha 66 franceses entre as 153 pessoas a bordo.

Uma menina de 14 anos franco-comorense é a única sobrevivente resgatada do mar do voo que partiu da França com destino a ilha de Comores, via Iêmen.

A empresa aérea estatal pagará 20.000 euros de indenização às famílias das vítimas.

(Por Gerard Bon)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.