NOVA YORK - As gravações da caixa-preta recuperada, neste domingo, do avião da US Airways confirmaram a teoria de que a colisão com pássaros causou a situação de emergência, que levou ao pouso forçado no rio Hudson, informaram autoridades americanas.

O comandante do Airbus A320, forçado a realizar um pouso de emergência no rio Hudson, em Nova York, já havia falado, em depoimento, que os motores do avião foram atingidos em pleno vôo por pássaros, confirmando a tese mais provável até agora.

O avião, com 150 passageiros e cinco tripulantes, fazia o trajeto entre o aeroporto La Guardia, de Nova York, e Charlotte, na Carolina do Norte, quando foi atingido. Sem conseguir voltar para o aeroporto de origem, o piloto conseguiu fazer um difícil pouso de emergência no Rio Hudson, em Nova York.

Avião caiu poucos minutos após decolar no aeroporto de La Guardia
Avião caiu poucos minutos após decolar no aeroporto de La Guardia

Leia mais sobre acidente de avião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.