Cai nos EUA o número de pedidos do seguro-desemprego

Os Estados Unidos registraram 467.000 novos pedidos de seguro-desemprego na semana encerrada em 3 de janeiro, 4,9% menos que na semana anterior, segundo dados corrigidos pelas variações sazonais publicados nesta quinta-feira pelo departamento de Trabalho americano.

AFP |

Esta queda foi totalmente surpreendente: os analistas esperavam um aumento do número de novos pedidos, até 550.000. O número de novas inscrições não era tão baixo desde 11 de outubro.

O departamento de Trabalho revisou ligeiramente em baixa o número de novas inscrições na semana precedente: 491.000 em vez de 492.000.

Considerando que após apenas duas semanas de queda não podemos afirmar que exista uma tendência à queda dos novos pedidos de seguro-desemprego, Ian Shepherdson, economista da firma HFE, afirmou que é preciso esperar os próximos meses.

Após a pesquisa da consultoria ADP de quarta-feira, segundo a qual, em dezembro, foram eliminados no setor privado 693.000 empregos, inúmeros analistas prevêem que o relatório a ser divulgado na sexta-feira sobre o emprego será catastrófico.

Novembro já havia sido ruim: a economia americana chegou a perder nesse mês mais empregos que em nenhum outro nos últimos 34 anos (533.000). A taxa de desemprego subiu 6,7%, seu nível mais alto desde outubro de 1993.

mj/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG