Cai helicóptero dos EUA de ajuda ao Haiti e 2 morrem

SANTO DOMINGO (Reuters) - Dois norte-americanos morreram quando um helicóptero que estava participando da operação de ajuda humanitária e recuperação do Haiti caiu na República Dominicana, informaram autoridades do setor de aviação nesta sexta-feira. O helicóptero registrado nos Estados Unidos atingiu uma montanha e pegou fogo no fim da tarde de quinta-feira em Los Quemados, na região de Restauración, próximo à fronteira com o Haiti, cerca de 280 quilômetros ao noroeste de Santo Domingo, disse em comunicado o Instituto Dominicano de Aviação Civil (IDAC).

Reuters |

O instituto identificou as vítimas como James Jaloe e John Ward, mas não deu mais detalhes sobre a missão e a carga do helicóptero.

Segundo informações oficiais, a aeronave, que pertencia a uma empresa registrada em Fort Lauderdale, na Flórida, tinha um plano de voo entre Santiago e Jimaní, desde onde se deslocou para Porto Príncipe e na volta a Santiago se acidentou.

O comunicado diz que se presume que os tripulantes eram voluntários norte-americanos que participavam em uma missão de ajuda ou resgate às vítimas do terremoto no Haiti devido à rota que realizava.

O governo norte-americano e grupos de ajuda deste país lideraram uma importante missão internacional de assistência para as centenas de milhares de sobreviventes do terremoto que sacudiu o Haiti em 12 de janeiro.

O responsável de Relações Públicas do IDAC, Pedro Jiménez, manifestou que continuavam as investigações para determinar a causa do acidente e qual era a missão real dos tripulantes que morreram.

"Os organismos de investigação do IDAC, do departamento de busca e salvamento, junto às autoridades da Junta da Aviação Civil, conduzem as investigações locais para determinar qual era exatamente a missão dos falecidos no acidente", disse Jiménez.

(Reportagem de Manuel Jiménez)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG