Cai a imagem positiva da presidenta argentina

A imagem positiva da presidente argentina, Cristina Kirchner, caiu de 52% a 34% entre janeiro e abril deste ano - uma deterioração atribuída ao conflito com os agricultores pela política fiscal do governo, revelou hoje a firma de consultoria Management and Fit (M&F).

AFP |

"As pessoas percebem que o Governo não acertou na administração do conflito com o campo (por causa de um aumento dos impostos sobre grãos exportados), e se aborreceu com sua extensão", esclareceu Mariel Fornoni, diretora da empresa.

O indicador de imagem da chefe de Estado é considerado o mais baixo do peronismo de centro-esquerda desde que chegou ao governo o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007) que, de fato, compartilha o poder com sua esposa.

A pesquisa da M&F foi feita por telefone, com 3.166 pessoas ouvidas, entre 27 e 30 de abril passado.

Segundo o relatório privado, 61% das pessoas desaprovam a gestão de Cristina Kirchner.

dm/jb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG