Caderno de desenhos de Picasso é roubado em Paris

Um caderno com desenhos do artista espanhol Pablo Picasso, no valor de quase 8 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) foi roubado de um museu em Paris, segundo informações da polícia francesa. O roubo ocorreu no Museu Picasso e foi descoberto na tarde desta terça-feira.

BBC Brasil |

As autoridades ainda investigam o horário e as circunstâncias exatas do crime.

O museu - que fica em uma casa do século 17, no bairro de Marais, no centro de Paris - reúne mais de 250 pinturas e 1,5 mil desenhos do artista plástico espanhol. Picasso é considerado por muitos como o maior artista do século 20.

O local deve ser fechado nos próximos meses para uma restauração prevista para durar dois anos e custar 20 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões).

Uma unidade especial do Ministério do Interior francês assumiu as investigações do caso.

Em maio, uma obra do artista - um retrato de um mosqueteiro fumando um cachimbo - foi vendida por US$ 14,6 milhões (cerca de R$ 28,8 milhões) em Nova York. Outra obra, Mulher com Chapéu, alcançou US$ 7,7 milhões (aproximadamente R$ 15,1 milhões).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG