Cadáver de estudante chilena desaparecida é encontrado nos Estados Unidos

Washington, 7 ago (EFE).- A Polícia da cidade de Morgantown, na Virgínia Ocidental (Estados Unidos), confirmou hoje que o cadáver achado na quinta-feira, na margem de um rio local, é o da estudante chilena Carmen Gloria Sánchez, que desapareceu na segunda-feira sem deixar rastros.

EFE |

"A identificação foi positiva. Efetivamente, se trata do corpo desta mulher", disse à agência Efe um porta-voz da Universidade da Virgínia Ocidental, onde a estudante assistia a aulas de inglês.

Sánchez foi vista pela última vez, ao entardecer da segunda-feira, após comer em um restaurante com um grupo de amigos.

A Polícia de Morgantown tinha informado ontem à noite que o corpo fora encontrado no rio Monongahela, e que se temia que fosse o da estudante.

Um porta-voz da Divisão de Detetives do Departamento de Polícia de Morgantown disse que até agora não foram determinadas as causas da morte da estudante.

A mulher, de 36 anos, chegou aos Estados Unidos procedente de Coyhaique, no sul do Chile. EFE ojl/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG