Caça militar sul-coreano cai e mata dois

Exército da Coreia do Sul inicia trabalho de investigação e causas do acidente ainda são desconhecidas

EFE |

Um caça sul-coreano F-5 caiu nesta sexta-feira nas província de Gangneung, nordeste da país, por volta das 10h33 locais (22h33 de quinta em Brasília), segundo a agência local "Yonhap", que cita fontes da Força Aérea. As causas do acidente não foram divulgadas.

O avião caiu em águas do Mar Oriental (Mar do Japão) quando retornava a sua base com dois pilotos a bordo. Os corpos dos dois militares já foram encontrados pelas equipes de busca da Coreia do Sul.

AP
Equipes de resgate transportam o corpo de militar morto em acidente com caça F-5 nesta sexta-feira

O avião, um F-5 de treino, desapareceu dos radares a cerca de dois quilômetros de distância da base de Gangneung, 50 minutos após a decolagem. O caça F-5 é um modelo que começou a ser utilizado no mundo nos anos 60 e cumpre normalmente as funções de treino de novos pilotos.

Tensão entre Coreia do Sul e Coreia do Norte

Por enquanto, não foram dados detalhes sobre as causas do acidente, que acontece em um momento especialmente tenso entre as duas Coreias por conta do afundamento no último dia 26 de março de um navio de guerra sul-coreano em águas fronteiriças do Mar Amarelo (Mar Ocidental), incidente que, segundo Seul, foi causado pela Coreia do Norte.

Após uma investigação internacional, a Coreia do Sul atribuiu o ataque ao país vizinho. A Coreia do Norte negou em várias ocasiões sua participação e acusou o Governo sul-coreano de "fabricar" as provas, e ameaçou tomar medidas militares se o Conselho de Segurança da ONU condenar o regime de Kim Jong-il. Seul apresentou esta semana as conclusões da investigação do afundamento do "Cheonan" perante o Conselho de Segurança.

    Leia tudo sobre: Coreia do NorteCoreia do Sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG