Bush vota pelo correio em McCain, que quer distância do presidente

Washington, 25 out (EFE) - O presidente americano, George W. Bush, em seu menor nível de popularidade, votou por correio no candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, que, praticamente, desprezou o legado do atual líder da Casa Branca. A imprensa local informou hoje que o chefe de Estado americano e sua esposa, Laura, já votaram nas eleições presidenciais marcadas para 4 de novembro, nas quais McCain, senador pelo Arizona, enfrenta o democrata Barack Obama. A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, indicou que os votos do presidente e de sua esposa estão em processo de serem enviados ao Texas. O casal tem seu domicílio legal no rancho da família, perto da localidade de Crawford. O governante, que encerra seu segundo mandato presidencial com a pior crise financeira em várias décadas, se absteve de participar dos atos de campanha de McCain e este intensificou, recentemente, seu distanciamento das políticas que, como republicano, apoiou no Senado. Perino afirmou que Bush e a esposa não viajarão ao Texas nos próximos dias e que passarão o dia e a noite da votação na Casa Branca. O site RealClearPolitics.com, que elabora médias das maiores pesquisas de opinião, afirmou hoje que mais de 67% dos americanos tem uma má opinião sobre a gestão presidencial de Bush.

EFE |

Na campanha eleitoral, Obama se apresentou como candidato da mudança, e constantemente lembra que McCain só propõe a continuação da política econômica e internacional do Governo atual. EFE jab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG