Bush reúne amanhã seu conselho de segurança para abordar conflito na Geórgia

Washington, 15 ago (EFE) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que passa alguns dias de férias em seu rancho de Crawford, no Texas, reunirá amanhã o Conselho de Segurança Nacional para abordar o conflito entre Geórgia e Rússia.

EFE |

Na reunião terá um papel de destaque a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, que estará de volta de sua viagem de dois dias à França e à Geórgia, onde promoveu a assinatura de um acordo de paz.

Está previsto que Rice voe ao Texas para participar pessoalmente da reunião com Bush, enquanto outros membros do Conselho, como o secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, e o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Stephen Hadley, assistirão ao encontro através de videoconferência.

Após a reunião, Bush fará uma declaração oficial, informou hoje o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Gordon Johndroe.

O presidente foi informado da evolução do conflito desde que esse teve início, em meados da semana passada, e teve contato constante com as autoridades georgianas, os países do Grupo dos Sete (G7, Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Japão e Canadá) e os líderes de outras nações, como Polônia, Estônia e Lituânia.

Bush também fez três declarações públicas sobre o conflito no Cáucaso, nas quais condenou energicamente os ataques da Rússia e reiterou o apoio incondicional do Governo americano à integridade territorial e à soberania da Geórgia.

Washington inclusive advertiu Moscou de que suas ações bélicas terão conseqüências para a relação bilateral e multilateral, apesar de ter afirmado que a primeira preocupação do país era conseguir o cessar-fogo.

Depois, "haverá tempo e espaço para abordar as repercussões" dos ataques russos à Geórgia, disse hoje Johndroe. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG