Bush reduz zonas protegidas para baleias francas no Atlântico norte

O governo de George W. Bush propôs a redução das zonas de proteção das baleias francas na costa do Atlântico norte definidas em 2006 e nas quais os grandes navios devem limitar sua velocidade para evitar colisões com esses cetáceos.

AFP |

Cedendo aparentemente às pressões das companhias de transporte marítimo, o governo propõe agora impor um limite de velocidade de 10 nós (18,5 km/hora) em uma zona de 20 milhas marítimas (37 km) somente na proximidade de vários portos norte-americanos do Atlântico em vez das 30 milhas (55,6 km) propostas 18 meses antes.

Esta limitação de velocidade seria aplicada apenas em alguns períodos do ano.

A proposta divulgada pela Administração dos Oceanos e da Atmosfera (National Oceanic and Atmospheric Administration/NOAA) e que ainda deve ser submetida às partes interessadas, poderá pôr fim a uma batalha de mais de um ano entre os cientistas da Agência Federal de Pesca, ligada à NOAA e à Casa Branca, em torno das novas medidas para proteger essa espécie de baleia em sério perigo de extinção.

Segundo as estimativas federais, restam apenas 300 destes cetáceos aproximadamente e, de acordo com os cientistas, sua já frágil população ficou ainda mais reduzida devido às colisões com grandes embarcações.

jum/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG