O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, advertiu os motoristas americanos, nesta segunda-feira, de que pode haver um aumento da pressão sobre os preços da gasolina, devido ao impacto do furacão Ike nas refinarias do Golfo do México.

"Preocupa-nos a situação da energia", disse Bush, na Casa Branca, alertando que os "motoristas, ou pessoas nos postos de gasolinas, podem esperar um aumento da pressão sobre o preço" dos combustíveis.

Apesar dos danos causados pelo Ike às infra-estruturas, "não foram tão importantes como se havia previsto para o setor energético", declarou o presidente, após receber um relatório da situação nos estados do Texas e da Louisiana, atingidos pelo furacão.

As refinarias ainda não voltaram a funcionar a pleno vapor, por isso, "sentiremos um efeito doloroso" nos preços da gasolina, insistiu Bush.

O presidente também expressou sua preocupação diante da possibilidade de que certas pessoas queiram se beneficiar da situação e especulem com os preços. Nesse sentido, Bush afirmou que os consumidores podem registrar suas reclamações no site do Departamento de Energia.

lal/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.