Bush pede U$S 770 milhões ao Congresso para ajuda alimentar

O presidente americano, George W. Bush, pediu nesta quinta-feira ao Congresso que aprove um pacote adicional de 770 milhões de dólares destinado ao combate da crise alimentar mundial, informou a Casa Branca, em um comunicado.

AFP |

Declarando-se "preocupado" com a crise, Bush afirmou, na declaração divulgada pela Casa Branca, que os 770 milhões de dólares vão se somar aos cerca de 200 milhões de dólares anunciados recentemente, o que eleva a ajuda americana para pelo menos 1 bilhão de dólares.

"Acho que temos de fazer mais, e hoje peço ao Congresso que proporcione 770 milhões de dólares adicionais", destinados a programas de ajuda alimentar e desenvolvimento, disse Bush.

"Em alguns dos países mais pobres do mundo, o aumento dos preços pode marcar a diferença entre ter comida todo dia e ter de ficar sem alimentos", acrescentou.

A comunidade internacional enfrenta uma grave crise alimentar, que afeta fortemente os países mais pobres.

A redução na oferta de alimentos e a alta dos preços resultam de uma conjunção de fatores, como as restrições de alguns grandes países produtores às exportações de grãos, ou arroz; secas, ou excedente de chuva; aumento da demanda de carne e de produtos lácteos na Ásia; alta dos preços do petróleo, ou o aumento da demanda de milho para biocombustíveis.

lal-ok/dm/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG