O presidente americano, George W. Bush, pediu nesta sexta-feira que a comunidade internacional pressione o grupo radical islâmico Hamas para que não lance mais foguetes contra o território israelense, com o objetivo de alcançar um cessar-fogo duradouro, em seus primeiros comentários sobre os ataques aéreos na Faixa de Gaza.

"Os Estados Unidos estão liderando os esforços diplomáticos para conseguir um cessar-fogo de fato, que seja respeitado", disse Bush em seu programa semanal de rádio.

"Peço a todas as partes que pressionem o Hamas a se afastar do terrorismo e apoiar os líderes palestinos legítimos que estão trabalhando pela paz", indicou o presidente, que deixa o cargo no próximo dia 20.

lal/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.