Ike - Mundo - iG" /

Bush pede cautela na volta para casa de deslocados por Ike

Washington, 16 set (EFE) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pediu hoje a todos os deslocados pelo furacão Ike cautela na hora de voltar para casa, já que a zona afetada ainda não está completamente preparada, e afirmou que o Governo assumirá todas as despesas de retirada dos destroços.

EFE |

Bush visitou hoje a zona do Golfo do México atingida por "Ike" no fim de semana passado, arrasando cidades como Galveston, no estado do Texas.

Ao chegar ao aeroporto Ellington Field de Houston (Texas), o chefe de Estado destacou que o Governo federal assumirá "todas as despesas que o estado tiver na limpeza dos escombros", assim como os gastos de ajuda aos desabrigados pelo fenômeno.

O presidente Bush disse que também serão mobilizados funcionários de empresas de outros estados para reparar as redes elétricas, "uma das principais preocupações agora".

Em Houston, ainda há dois milhões de pessoas que permanecem sem luz, o que dificulta a conservação de alimentos e o fornecimento de água fresca.

Bush disse que equipes foram deslocadas à região para avaliar a situação e que serão abertos centros de distribuição de provisões básicas em diferentes pontos.

"Sei que as pessoas desejam voltar para casa", mas pediu à população para ouvir às recomendações das autoridades locais antes de fazer isso.

O Texas, estado do qual Bush foi governador, foi especialmente afetado pelo "Ike", que atingiu no sábado a cidade de Galveston como furacão de grau dois na escala de Saffir-Simpson (de um máximo de cinco), com ventos de 200 km/h, e que deixou pelo menos 30 mortos em oito estados.

"Fui presidente o tempo suficiente para ter aprendido a valorizar a capacidade do povo de se recuperar, para reconstruir suas vidas.

Haverá um amanhã melhor", afirmou.

O presidente americano apelou para a solidariedade cidadã para ajudar a financiar as ações da Cruz Vermelha que atuaram desde o começo das operações de emergência.

"A Cruz Vermelha está perto de cada emergência, por isso lhes peço compaixão para ajudar todas as pessoas que estão vivendo um desastre como este", declarou.

O presidente Bush viajou ao Texas com o diretor da Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema, em inglês), David Paulison; o secretário de Saúde e Serviços Sociais dos EUA, Mike Leavitt, e o presidente de Cruz Vermelha nos Estados Unidos, Gail McGovern.

O governador do Texas, o republicano Rick Perry, os recebeu no aeroporto de Houston e os acompanhará no percurso que farão pela zona do desastre. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG