Bush pede ao Partido Republicano que seja mais compassivo com os imigrantes

Washington, 12 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, pediu hoje que seu partido seja mais "compassivo" e tenha uma "mentalidade aberta", principalmente, porque persiste a idéia de que "os republicanos não gostam dos imigrantes".

"Este partido ressurgirá, mas a mensagem do partido tem que incluir diferentes pontos de vista", disse Bush, na última entrevista coletiva de seu mandato.

"Nosso partido tem que ser compassivo e ter uma mentalidade aberta", acrescentou.

No encontro, Bush fez repassou suas conquistas e reconheceu alguns erros cometidos por seu Governo, entre eles os relacionados à Guerra do Iraque e à resposta ao furacão "Katrina".

O líder americano pediu aos republicanos que resistam ao isolamento por causa de sua derrota nas eleições de 4 de novembro, e deu como exemplo o debate sobre a reforma migratória.

"Obviamente, é um assunto altamente polêmico. E o problema com o resultado da rodada inicial do debate foi que algumas pessoas disseram: bom, os republicanos não gostam dos imigrantes", disse.

Bush acrescentou que, se essa é a imagem que persiste dos republicanos, "provavelmente outra pessoa está dizendo lá fora que, se eles não gostam dos imigrantes, então provavelmente eu também não gosto". EFE mp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG