O presidente americano George W. Bush revelou nesta quarta-feira durante um discurso na Casa Branca diante de famílias de dissidentes presos que pediu a Deus para confortar as pessoas que sofrem sob a ditadura de Castro e acelere o fim do sofrimento dos cubanos.

"Neste dia de solidariedade, pedimos especialmente a Deus que conforte as pessoas que sofrem sob a ditadura cubana e que acelere o fim do sofrimento dos cubanos", declarou Bush.

O presidente americano celebra a cada ano na Casa Branca, desde a comemoração da independência da ilha, um "dia da solidariedade com os cubanos". Familiares e amigos de dissidentes presos em Cuba são convidados nesta ocasião.

Segundo Bush, que reforçou o embargo americano contra Cuba há quatro anos, "os Estados Unidos reúnem o mundo livre em prol da causa da liberdade em Cuba".

O presidente reiterou seu apelo à "libertação imediata e sem condições de todos os prisioneiros políticos" na ilha.

arzz/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.