Bush justifica intervenção estatal nas gigantes das hipotecas

Washington, 7 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, disse hoje que o Governo decidiu intervir na Fannie Mae e na Freddie Mac porque era "inaceitável" o risco que o colapso dessas empresas representaria para economia.

Bush anunciou que o Governo assumirá o controle dessas duas grandes companhias hipotecárias, que juntas têm perdas de US$ 14 bilhões, "para evitar um risco potencial maior" no já afetado sistema financeiro americano.

A situação destas empresas é "crítica para a saúde de nosso sistema financeiro", disse Bush em comunicado.

O presidente explicou que a decisão foi tomada depois que os reguladores federais avaliaram a situação e determinaram que as companhias "não podem continuar funcionando de forma totalmente segura e sólida". EFE elv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG