Bush homenageia defensores da liberdade em Cuba em discurso para hispânicos

Washington, 26 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, participou hoje de um café da manhã de oração com líderes hispânicos de todo o país, o último de seu mandato e que foi dedicado a prestar homenagens aos que lutam pela liberdade em países como Cuba.

Em um hotel em Washington, o presidente americano utilizou muitas palavras em espanhol em seu discurso dirigido à comunidade hispânica.

Bush, que participou pela primeira vez de um café da manhã de oração hispânico em 2002, homenageou hoje os "que servem à causa da liberdade".

"Rendemos honras a que lutam pela liberdade contra regimes opressivos", comentou Bush.

O presidente citou como exemplo o advogado cubano e ativista dos direitos humanos Juan Carlos González Leiva, preso durante dois anos por apoiar um jornalista dissidente.

"Quando ficou preso, os guardas confiscaram seu bastão e seus óculos escuros. Isso foi especialmente cruel, porque Juan Carlos é cego", lembrou Bush, diante do olhar atento do irmão do advogado, Onel Ramón González Leiva, presente entre os que assistiam o discurso.

Bush ressaltou que o ativista já foi libertado, "mas segue sob a vigilância do Governo cubano".

O discurso foi assistido também pela primeira-dama do Panamá, Vivian Fernández de Torrijos. EFE mv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG