Bush garante que é imparcial entre Israel e palestinos

O presidente americano George W. Bush assegurou neste sábado que não é favorável a Israel nas negociações de paz com os palestinos, e manifestou confiança de que antes de deixar a Casa Branca conseguirá um acordo que permita a criação de um Estado palestino.

AFP |

"Em meu discurso de amanhã (domingo), expressarei claramente que acredito que podemos conseguir definir um Estado (palestino) antes do fim de minha presidência, e que trabalharemos duro para alcançar este objetivo", disse à imprensa ao ser questionado sobre as acusações de líderes árabes e palestinos sobre sua suposta parcialidade a respeito de Israel.

Bush lembrou que seus encontros com os dirigentes israelenses esta semana, assim como os deste sábado e os de domingo com os dirigentes palestinos em Sharm el-Sheikh (Egito).

"Cada um destes encontros nos ajuda a avançar rumo ao objetivo de definir um Estado por meio de um acordo sobre as fronteiras, a questão dos refugiados e a segurança, até o fim da presidência em janeiro de 2009", disse Bush durante uma entrevista ao lado do presidente afegão Hamid Karzai em Sharm el-Sheikh.

"Acredito que podemos conseguir isto, e penso que será importante para a paz no Oriente Médio", completou.

lal/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG